Respire com os aspiradores de secreções hospitalares!

Com a chegada do frio, chegam também as doenças infeciosas, como gripes e constipações. Este tipo de doenças provoca um bloqueio no sistema respiratório, fruto dos fluídos existentes. É neste sentido que o ideal é uma visita ao seu médico. Através da utilização de um aspirador de secreções hospitalares, o seu sistema respiratório voltará a ficar livre, e sentir-se-á muito melhor.

Como expulsar as secreções: Saiba tudo!

O acumular de secreções nos brônquios traduz-se na obstrução destes canais, o que dificulta a respiração e facilita o aparecimento2194197 orig de infeções. Em várias doenças pulmonares crónicas, como é o caso da bronquite ou asma, é necessário recorrer a um aspirador de secreções hospitalares de modo a facilitar a expulsão das secreções brônquicas.

Além destes métodos é aconselhado que os pacientes realizem alguns procedimentos duas a três vezes por dia, com a indicação e supervisão de um fisioterapeuta.

Através da drenagem postural, consegue adotar e manter posições corporais que favorecem a drenagem das secreções, sob a ação da gravidade. Desta forma, a zona pulmonar fica acima dos brônquios, o que faz com que as secreções consigam fluir até eles e depois conseguem ser expulsas através da boca.

Para facilitar a drenagem da zona superior dos pulmões, deve permanecer sentado, quando as secreções tendem a acumular-se na parte inferior, é necessário inclinar-se para que a cabeça fique num plano inferior ao resto do corpo.

Além da drenagem postural, para complementar o tratamento através do aspirador de secreções hospitalares, é também usado o método de percussão, que consiste na aplicação de uma série de golpes suaves nas costas, de modo a libertar as secreções e a expulsão para os brônquios principais. Os benefícios deste método são ainda maiores, quando utilizados em conjunto com a técnica da drenagem postural.

Os golpes devem ser dados com as mãos dobradas em forma de concha, do lado exterior para o centro, durante três ou quatro minutos, em cada área pulmonar. Para evitar incómodos, deve manter-se longe da zona renal, visto ser muito sensível. Pode colocar uma toalha sobre o corpo para amenizar o impacto dos golpes.

Fisioterapia: uma aliada para respirar melhor!

Além das técnicas anteriores que complementam o tratamento respiratório com o aspirador de secreções hospitalares, a fisioterapia respiratória é também recomendada para resolver uma eficaz desobstrução das vias respiratórias.

É recomendada para várias doenças pulmonares crónicas, tais como asma, bronquite ou cancro broncopulmonar. É fundamental que a fisioterapia seja indicada pelo médico, uma vez que, pode haver contraindicações.

Juntando estes três métodos como os exercícios, a fisioterapia, e o aspirador de secreções, será possível voltar a ter o seu sistema respiratório livre, e conseguir uma melhor qualidade de vida.

Estas técnicas e exercícios facilitam a respiração e a correta drenagem das secreções, contudo é sempre o fisioterapeuta, quem deve escolher os exercícios adequados para cada situação, de modo a proteger a saúde do paciente, evitando complicações.

Saiba quais as opções que a Dimor tem ao seu dispor, e melhore a qualidade de vida dos seus pacientes.

Contacte-nos


Imprimir

 

Dimor
Parque Industrial da Junqueira
Rua Entre os Muros, 54 – Armazéns BP/BQ/BR
 
2660-395 S. Julião do Tojal
t: +351 218 166 643
f:+351 218 145 871
e: dimor@dimor.pt

Siga-nos